Gêneros Textuais Narrativos

Gêneros Textuais Narrativos

Gêneros Textuais Narrativos

Gêneros Textuais Narrativos

O gênero textual narrativo é uma forma de expressão literária que nos transporta para universos fictícios, nos envolvendo em histórias cativantes e emocionantes. É por meio da narrativa que mergulhamos em tramas repletas de personagens fascinantes, cenários exuberantes e reviravoltas surpreendentes.

Um texto narrativo é um tipo de prosa que descreve as ações de personagens em um determinado tempo e espaço. A estrutura da narrativa geralmente consiste em uma apresentação, onde personagens, local e tempo são introduzidos; um desenvolvimento que explora as ações dos personagens; um clímax, que é o ponto mais emocionante da história; e um desfecho que conclui os conflitos estabelecidos. Os elementos principais incluem o narrador, que conta a história (podendo ser observador, personagem ou onisciente), e o enredo, que é a trama onde as ações se desenrolam e pode ser linear ou não linear.

Ao explorar esse gênero, somos levados a refletir sobre as experiências humanas, os dilemas morais e as complexidades da condição humana. A narrativa nos permite viajar por diferentes épocas e culturas, nos conectando com as vivências de personagens fictícios, mas que carregam em si traços da nossa própria essência.

Exemplos de Gêneros Narrativos

O texto narrativo é uma forma de contar uma história, seja ela baseada em fatos reais ou fictícios. Seus elementos fundamentais são o espaço, o tempo e os personagens. Além disso, o narrador desempenha um papel importante ao dar voz à história. O conto, a crônica, o romance e a fábula são alguns exemplos de gêneros que se enquadram nessa categoria. Todos eles apresentam personagens que interagem em um espaço e tempo específicos. Nosso site preparou um exemplo de cada um desses gêneros.

 

Crônica

É uma forma literária que nos permite viajar por entre as linhas do tempo, mergulhando em histórias cativantes e envolventes. Com uma pitada de criatividade e inteligência, nos transporta para universos paralelos, nos fazendo refletir sobre a vida e suas nuances. A crônica é uma verdadeira obra de arte, capaz de despertar emoções e a nossa imaginação. Portanto, trata-se de um texto curto, preparado para ser publicado em jornais, revistas ou mesmo em livros, com tempo e espaço bem definidos.

Exemplo de uma crônica: O pavão, Rubem Braga

Eu considerei a glória de um pavão ostentando o esplendor de suas cores; é um luxo imperial. Mas andei lendo livros; e descobri que aquelas cores todas não existem na pena do pavão. Não há pigmentos. O que há são minúsculas bolhas d’água em que a luz se fragmenta, como em um prisma. O pavão é um arco-íris de plumas. Eu considerei que este é o luxo do grande artista, atingir o máximo de matizes com o mínimo de elementos. De água e luz ele faz seu esplendor; seu grande mistério é a simplicidade.

Considerei, por fim, que assim é o amor, oh! minha amada; de tudo que ele suscita e esplende e estremece e delira em mim existem apenas meus olhos recebendo a luz de teu olhar. Ele me cobre de glórias e me faz magnífico.

Rubem Braga (1913 — 1990) – 200 Crônicas Escolhidas (1978).


Lenda

Narrativa que transcende o tempo, envolvendo elementos míticos e fantásticos, transmitida de geração em geração que se entrelaça com a cultura e a tradição de um povo, que conecta o passado ao presente, transportando-nos para um mundo onde o real e o imaginário se misturam harmoniosamente, despertando a imaginação e alimentando a curiosidade desse tesouro cultural que merece ser preservado e compartilhado.

Exemplo de uma lenda: A Caipora

Considerada figura lendária do folclore, é conhecida por sua dedicação em proteger os animais e a floresta. Quando percebe a presença de caçadores na região, essa personagem de origem indígena solta uivos poderosos, capazes de assustar os predadores. Dependendo da região, a Caipora pode ser representada por um menino ou uma menina de pele escura e cabelos vermelhos, muitas vezes montada em um “porco” do mato.

Essa figura lendária, tão enraizada na cultura popular, é um símbolo de resistência e proteção sendo vista como uma guardiã incansável, sempre pronta para defender a natureza e seus habitantes.

A Caipora é um exemplo inspirador de como podemos ser defensores da natureza e agentes de mudança em nosso próprio ambiente. Sua presença nos lembra da importância de preservar e respeitar a natureza, garantindo um futuro sustentável para todos.


Biografia

É um estilo literário que narra a trajetória de indivíduos notáveis e/ou influentes na sociedade, revelando suas conquistas e vivências marcantes, além de seu impacto duradouro, é a arte de transformar vidas em palavras, de eternizar momentos e de desvendar os enigmas que permeiam a existência humana. Essa forma de escrita pode ser realizada tanto na perspectiva do próprio protagonista, na autobiografia, quanto por um narrador externo, na biografia.

Exemplo de uma Biografia: Ayrton Senna – Uma Lenda do Automobilismo nas pistas

Ayrton Senna, um nome que ecoa nas mentes dos amantes da velocidade e da adrenalina. Nascido em São Paulo, Brasil, em 1960, Senna foi um piloto de Fórmula 1 que transcendeu as pistas e se tornou uma verdadeira lenda.

Desde cedo, Senna mostrou seu talento excepcional para a velocidade. Com uma determinação feroz e uma habilidade inigualável, ele conquistou três campeonatos mundiais de Fórmula 1, em 1988, 1990 e 1991.

Infelizmente, a carreira brilhante de Senna foi interrompida de forma trágica em 1994, quando ele sofreu um acidente fatal durante o Grande Prêmio de San Marino. Sua morte deixou um vazio no coração de milhões de fãs ao redor do mundo, mas seu legado continua vivo.

 

Conto

É uma breve narrativa que nos transporta para um mundo de imaginação e emoção. Com sua estrutura concisa e personagens cativantes, o conto nos envolve em tramas intrigantes e nos leva a refletir sobre a condição humana, capaz de despertar nossos sentidos e nos fazer viajar por universos paralelos.

Exemplo de um conto: Os objetos que falam

De dentro de um armário podia-se ouvir a gritaria e o entusiasmo dos objetos, estavam eufóricos e animados, pois o grande dia havia chegado. Por muito tempo haviam planejado realizar um concurso de canto para descobrir quem cantava melhor.
No entanto, logo ali no andar de cima, estava uma bruxa a dormir muito cansada, porém qualquer barulho poderia despertá-la. Pensando nisso, os objetos decidiram realizar o concurso ali mesmo, dentro do armário, para evitar que a bruxa os ouvisse.
A xícara que estava bem entusiasmada foi a primeira a cantar. Cantava lindamente. Os outros objetos a aplaudia bastante, e quantos mais eles a aclamava, mas ela cantava alto.
Estavam ali tão dispersos e alegres, que não deram conta da bruxa que despertara do sono profundo.
__ Quem ousa atrapalhar o meu sono de beleza com essas risadas insuportáveis? Disse a bruxa enfurecida.
Ao ver que o barulho vinha do andar de baixo, começou a descer as escadas lentamente, logo se dirigiu à cozinha e parou em frente do armário.
Dirigiu suas mãos vagarosamente à porta e logo a abriu, lá dentro, encontrou apenas objetos de sua cozinha. Pensou consigo mesma:
__ Acho que estou ficando maluca!
Logo, subiu novamente e continuou a dormir.
Mas os objetos? Ah! Eles estão em toda parte, nos ouvindo e observando. Até hoje continuam a cantar com toda a alegria, só não podemos ouvi-los, pois só cantam alto quando têm certeza que não há ninguém por perto.

De Sousa, Ana Gabriele Barroso. Junho de 2017.
Escola João Moreira Barroso. Prof. Maurício Araújo


Fábula

É uma narrativa que encanta e ensina ao mesmo tempo. Com personagens animais ou objetos inanimados que ganham vida, ela nos transporta para um mundo mágico onde as lições são transmitidas de forma sutil e inteligente. Através de metáforas e alegorias, a fábula nos convida a refletir sobre os valores morais e éticos, despertando nossa imaginação e estimulando o pensamento crítico.

⁠Exemplo de uma Fábula: O Galo e a Pérola

Certo dia, um galo ciscavam na fazenda em busca de alimentos. Ele estava à procura de migalhas ou mesmo atrás de bichinhos para comer, mas acabou se deparando com uma linda pérola preciosa. Após observar sua beleza por um instante, o galo disse:

– Ó linda e preciosa pedra que reluz como o sol. Ainda que você esteja em um lugar sujo, se um humano te encontrasse, fosse ele um construtor de joias, uma dama que gostasse de enfeites ou mesmo um mercenário, eles te recolheriam com muita alegria. Contudo, para mim você não tem valor, pois é mais importante uma migalha, um verme ou um grão que sirvam para o meu sustento.

Dito isto, a deixou e seguiu ciscando para buscar mantimento.

Moral: Cada um dá valor para aquilo que é importante para si.

Autor: Esopo

 

Piada

Também conhecida como Anedota ou Piada é um gênero textual humorístico que tem como objetivo principal provocar risos. Esses textos são amplamente conhecidos e compartilhados em ambientes informais, e geralmente não possuem um autor específico. Trata-se de uma forma simples de narrativa, com elementos como enredo, personagens, tempo e espaço.

Exemplo de uma piada

Um menino chega para o pai e diz: “Pai, eu quero ser astronauta quando crescer!” O pai responde: “Filho, você precisa estudar muito e se dedicar aos estudos.” O menino pensa por um momento e diz: “Ok, então eu quero ser um astronauta preguiçoso!”

 

Portanto, os textos do gênero narrativo são uma forma poderosa de comunicação, capaz de envolver e emocionar os leitores. Através da construção de personagens, enredos e cenários, os escritores podem transportar o público para universos imaginários ou reais, despertando sentimentos e reflexões. Além disso, a narrativa também é uma ferramenta valiosa para transmitir mensagens e valores, seja através de contos, crônicas ou romances. Portanto, é essencial valorizar e explorar o potencial dos textos narrativos, seja na literatura, na publicidade ou em qualquer outra forma de expressão escrita. Afinal, contar histórias é uma arte que nos conecta e nos faz refletir sobre a complexidade da vida humana.

Venha conhecer nossa publicação sobre 10 Lendas. Clique Aqui

Gostaria de conhcer uma Atividade sobre Gêneros Variados. Clique Aqui

 

Compartilhar:

Comente o que achou:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pesquisar

Em destaque

  • All Post
  • Atividades
  • Recurso Pedagógico
  • Simulados
  • Simulados de Português para 1° ano do fundamental
  • Simulados de Português para 2° e 3° ano do fundamental
  • Simulados de Português para 4° e 5° ano
  • Simulados de Português para 6° e 7° ano
  • Simulados de Português para Ensino Médio
Edit Template

Sobre Nós

Fruto da experiência dos criadores do site Tudo Sala de Aula, oferecemos uma grande variedade de recursos para pais e professores, desde atividades e sequências didáticas até sugestões de aulas criativas e simulados.

Todos os Direitos Reservados a:

Educação Tudo Sala de Aula – LTDA

CNPJ: 43.911.949/0001-56

contato@tudoportugues.com