Plano de Aula sobre o Gênero Fábula

Plano de Aula sobre o Gênero Fábula

Nesta publicação, trouxemos para você um plano de aula completo para trabalhar o gênero fábula em sua sala de aula, além do plano, há sugestões de atividades e material de apoio para fortalecer esse momento. Os estudantes terão a oportunidade de ler e ouvir narrativas que, apesar de terem surgido há muito tempo, ainda fazem parte de nossas vidas e estimulam a imaginação, transmitindo verdadeiros ensinamentos.

 

Plano de Aula Fábula

Público-alvo:
Alunos do 5º, 6º e 7º ano.

 

Objetivos de aula:

– Compreender as características do gênero fábula, reconhecendo sua relação com o ensinamento demonstrado pelos personagens, animais que simbolizam seres humanos, e pelos provérbios;
– Reconhecer a fábula como história de tradição oral e como gênero literário específico;
– Identificar os elementos característicos do gênero da fábula, gênero narrativo curto;
– Observar que a fábula dirige um ensinamento para o público-leitor, reconhecendo sua função educativa na vida do homem.

 

Habilidades BNCC:
EF15LP15, EF69LP49 e EF89LP33

 

Sequência Didática sobre o Gênero Fábula

1º Momento:

Professor, destaque inicialmente as competências e habilidades principais propostas para a aula, numa linguagem de fácil compreensão para os alunos. Portanto, neste momento, apresente, de forma bastante simples, o conteúdo e os objetivos da aula.

 

2º Momento:

– Se possível, apresente aos alunos o vídeo abaixo que mostra algumas fábulas muito conhecidas de forma resumida.

Vídeo do You Tube Aqui 

– Leia uma fábula para os estudantes. Há uma sugestão abaixo.

 

A RAPOSA E A CEGONHA


     Um dia a raposa convidou a cegonha para jantar. Querendo pregar uma peça na outra, serviu sopa num prato raso. Claro que a raposa tomou toda a sua sopa sem o menor problema, mas a pobre da cegonha com seu bico comprido mas pode tomar uma gota. O resultado foi que a cegonha voltou para casa morrendo de fome. A raposa fingiu que estava preocupada, perguntou se a sopa não estava do gosto da cegonha, mas a cegonha não disse nada. Quando foi embora, agradeceu muito a gentileza da raposa e disse que fazia questão de retribuir o jantar no dia seguinte.

     Assim que chegou, a raposa se sentou lambendo os beiços de fome, curiosa para ver as delícias que a outra ia servir. O jantar veio para a mesa numa jarra alta, de gargalo estreito, onde a cegonha podia beber sem o menor problema. A raposa, amoladíssima, só teve uma saída: lamber as gotinhas de sopa que escorriam pelo lado de fora da jarra. Ela aprendeu muito bem a lição. Enquanto ia andando para casa, faminta, pensava: “Não posso reclamar da cegonha. Ela me tratou mal, mas fui grosseira com ela primeiro”.

Moral: Trate os outros tal como deseja ser tratado

Autor: Esopo

Converse com seus alunos sobre:

Qual o principal ensinamento que essa história traz? E que relação ela pode ter com nossa vida e nosso dia a dia?

 

3º Momento

– Apresente um slide que preparamos sobre a estrutura do gênero fábula.

Baixar slide:

FÁBULA – TUDO PORTUGUES

– Após o slide, converse com seus alunos sobre suas experiências do gênero fábula.

 

4º Momento

Professor, direcione esta atividade de modo que os alunos consigam perceber a importância do estudo sobre fábula “o Sapo e o Boi”.

Depois, converse com seus alunos:

Quais são os gêneros textuais das narrativas e suas características? Converse com a turma sobre o que mais chamou a atenção do grupo e o nível de compreensão que obtiveram ao ouvirem a história.

 

FÁBULA: O Sapo e o Boi

Certa vez, um sapo estava no pasto quando chegou um boi. O sapo ficou impressionado com o tamanho do boi e sentiu uma imensa inveja dele.
Querendo ficar do mesmo tamanho que o boi, o sapo começou a inflar o seu corpo.
Um outro sapo chegou ao seu lado e começou a olhar o sapo inflado que perguntou:
– Estou do mesmo tamanho daquele boi?
– Claro que não, respondeu o segundo sapo.
O sapo invejoso inflou mais um pouco o seu corpo e perguntou:
– Agora estou do tamanho daquele boi?
– Não, claro que não.
Irritado o sapo inflou mais ainda e com toda força o seu corpo até que se arrebentou todo.

Moral: Você só é o melhor sendo o melhor de você mesmo, não tente ser igual a qualquer outra pessoa ou acabará se arrentando todo.

Fábula de Esopo – Fonte: https://www.historiasqueminhaavocontava.com/

 

5º Momento:

Apresente aos alunos a fábula a Raposa e as Uvas e leia o texto para eles.

 

A fábula da raposa e das uvas (versão de Esopo)


  Chegando uma Raposa a uma parreira, viu-a carregada de uvas maduras e formosas e cobiçou-as. Começou a fazer tentativas para subir; porém, como as uvas estavam altas e a subida era íngreme, por muito que tentasse não as conseguiu alcançar. Então disse:
  – Estas uvas estão muito azedas, e podem manchar-me os dentes; não quero colhê-las verdes, pois não gosto delas assim.
     E, dito isto, foi-se embora.

Moral da história: Homem avisado, coisas que não pode alcançar, deve mostrar que não as deseja; quem encobre as suas faltas e desgostos não dá gosto a quem lhe quer mal nem desgosto a quem lhe quer bem; e que seja isto verdade em todas as coisas, tem mais lugar nos casamentos, que desejá-los sem os haver é pouquidade, e sizo mostrar o homem que não lhe lembram, ainda que muito os cobice.

Fonte: https://www.culturagenial.com/a-raposa-e-as-uvas/

 

6º Momento:

Peça para seus alunos copiarem no caderno as perguntas abaixo e estabeleça um tempo para que realizem as respostas:

 

ATIVIDADE

1. Esta história pode ser considerada uma narrativa do gênero “Fábula”? Por quê?
2. Ao fazer o comentário final, a Raposa tinha uma intenção: você sabe qual?
3. Qual sentimento humano o autor tenta retratar nessa fábula?
4. A “moral” explícita na história está adequada para os dias de hoje?

 

7º Momento:

Realize a correção da atividade coletivamente, considerando e analisando as respostas da turma.

 

8º Momento (Dinâmica Verdadeiro ou Falso)

Leia as afirmativas abaixo e espere que seus alunos escolham Verdadeiro ou Falso. Após decidirem, indique a resposta cporreta e comente sobre o que eles aprenderam na aula.

1. Essas histórias são contadas de geração à geração, permanecendo assim na cultura dos povos.
(Verdadeiro)

2. Nas fábulas, os animais tornam-se exemplos para o ser humano.
(Verdadeiro)

3. Os animal não simboliza algum aspecto ou qualidade do homem.
(Falso)

4. Os provérbios ou ditados populares são utilizados como ensinamentos do que é certo e errado.
(Verdadeiro)

5. Os assuntos tratados buscam simbolizar situações que não acontecem na vida real.
(Falso)

6. As fábulas que possuem seres inanimados ou objetos como personagens são chamadas de crônicas.
(Falso) Obs. São chamadas de apólogos.

7. As fábulas são textos narrativos extensos e apresentam todos os elementos básicos de uma dissertação.
(Falso)

8. São histórias quem surgiram no oriente, mas o principal autor delas foi um grego chamado Esopo.
(Verdadeiro)

9. São histórias em que os personagens principais geralmente são animais que simbolizam comportamentos e sentimentos do ser humano.
(Verdadeiro)

 

9º Momento

Finalize sua aula tentando identificar os avanços obtidos e as dificuldades ainda observadas. Realize uma revisão geral de tudo o que foi apresentado.

 

Boa aula!

Plano de aula idealizado por Maurício Araújo

Compartilhar:

Comente o que achou:

Respostas de 4

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pesquisar

Em destaque

  • All Post
  • Atividades
  • Recurso Pedagógico
  • Simulados
  • Simulados de Português para 1° ano do fundamental
  • Simulados de Português para 2° e 3° ano do fundamental
  • Simulados de Português para 4° e 5° ano
  • Simulados de Português para 6° e 7° ano
  • Simulados de Português para Ensino Médio
Edit Template

Sobre Nós

Fruto da experiência dos criadores do site Tudo Sala de Aula, oferecemos uma grande variedade de recursos para pais e professores, desde atividades e sequências didáticas até sugestões de aulas criativas e simulados.

Todos os Direitos Reservados a:

Educação Tudo Sala de Aula – LTDA

CNPJ: 43.911.949/0001-56

contato@tudoportugues.com